O que é compliance? Qual a importância dele nas empresas?

Compliance é um conjunto de medidas para garantir o cumprimento de regulamentos nas empresas. Ele promove...

Atualmente, dentro do mundo empresarial, ter como prioridade a transparência e o cumprimento das leis e regulamentos é crucial.

Por isso, saber o que é compliance é tão indispensável quanto valorizá-lo na sua empresa. 

Então, para entender o que ele é, benefícios de tê-lo em sua empresa e como aplicá-lo, continue lendo este conteúdo.

O que é compliance?

Segundo o dicionário, compliance é a ação de cumprir uma regra, procedimento, regulamento etc., geralmente estabelecidos por uma instituição e para serem cumpridos por quem dela faça parte.

Quando aplicamos no dia a dia e dentro dos negócios, compliance pode ser entendido como o conjunto de ações e políticas adotadas por uma empresa para se adequar às leis, regulamentações e padrões éticos aplicáveis ao seu setor de atuação. 

Ele visa garantir a ética nos negócios, evitar práticas ilegais, promover a transparência e proteger os interesses de todas as partes envolvidas, como clientes, funcionários, acionistas e parceiros comerciais.

Compliance and regulation concept. Enforcement of laws, regulations, and standards, requirements, internal policies and procedures. Minimize legal and financial risks, protect corporate reputation. conta simples

Como funciona o setor de compliance em uma empresa?

Ao adotar um programa de compliance ou um setor dedicado para essas diretrizes, existem diversas etapas, leis, regulamentos e padrões éticos que devem ser seguidos.

Alguns pontos que devem estar presentes para dar solidez e credibilidade para o compliance de uma empresa são:

  1. Engajamento de todos: É crucial que, desde os altos cargos, todos demonstrem um compromisso claro com o compliance e estabeleçam uma cultura organizacional que valorize o seguimento dele.
  1. Avaliação de riscos: A empresa deve identificar os riscos específicos relacionados ao não cumprimento das leis e regulamentos aplicáveis ao seu setor. Isso envolve a análise de riscos internos e externos que possam afetar a organização.
  1. Políticas e procedimentos: É necessário desenvolver políticas e procedimentos claros que orientem os colaboradores sobre as práticas adequadas e exigências regulatórias. Isso inclui códigos de conduta, diretrizes éticas, políticas contra suborno, entre outros.
  1. Treinamento e conscientização: A empresa deve fornecer treinamentos regulares para seus colaboradores, abordando questões de compliance, ética e conduta adequada nos negócios. Isso ajuda a promover a conscientização e a compreensão das responsabilidades individuais.
  1. Monitoramento e controle: É importante estabelecer processos de monitoramento para garantir que as políticas de compliance sejam seguidas e que eventuais desvios sejam identificados e tratados adequadamente. 
  1. Resposta e remediação: Em caso de violação das políticas de compliance, a empresa deve ter um processo claro para investigar e responder a essas situações. Isso pode envolver a implementação de medidas corretivas, disciplinares ou mesmo a notificação de irregularidades às autoridades competentes.
  1. Melhoria contínua: Um programa de compliance eficaz está sempre em evolução. A empresa deve revisar periodicamente suas políticas, procedimentos e controles, além de adaptá-los às mudanças nas leis e regulamentos aplicáveis.

Assim, sabendo o que é compliance e como seguí-lo, a empresa e os funcionários estarão mais preparados para evitar riscos legais e construírem uma cultura de integridade internamente.

Benefícios pros negócios

Pode até parecer trabalhoso demais, mas a implementação de um programa de compliance traz uma série de benefícios para as empresas. 

Em primeiro lugar, ele ajuda a evitar possíveis riscos legais, como multas que possam comprometer a saúde financeira da organização. 

Além disso, a conformidade promove a confiança e a credibilidade junto aos clientes, fornecedores e investidores, fortalecendo a reputação da empresa no mercado.

Outro benefício importante é a melhoria da eficiência operacional. A implementação de controles internos e processos padronizados ajuda a identificar e corrigir falhas, reduzir retrabalho e otimizar operações. Além disso, um programa de compliance bem estruturado contribui para a prevenção de fraudes internas, protegendo os ativos da empresa e evitando perdas financeiras significativas.

Ponto de atenção extra: atualmente, clientes, parceiros comerciais e investidores estão cada vez mais preocupados com a reputação e a conduta ética das empresas com as quais se relacionam. 

Ao demonstrar um compromisso sólido com a conformidade, a empresa se diferencia no mercado e se torna uma escolha preferencial para as partes interessadas.

Por que investir em compliance?

Atualmente, a não conformidade com leis e regulamentos pode acarretar consequências graves, como ações judiciais, danos à reputação e até mesmo o fechamento do negócio. 

Além disso, as agências reguladoras estão cada vez mais rigorosas na fiscalização e imposição de penalidades por violações.

Além disso, como já citamos, clientes e investidores também estão mais exigentes em relação à ética e à transparência das empresas. E um compliance efetivo ajuda a construir a confiança perante o mercado.

E pensando nas mudanças da sociedade, do mercado e dos consumidores, manter-se atualizado e em conformidade é essencial para evitar problemas. 

Portanto, o compliance é uma forma proativa de antecipar e gerenciar riscos, garantindo a continuidade e o crescimento sustentável do negócio.

Sendo assim, entender o que é compliance, qual é o seu papel pra sua empresa e conseguir adotar boas práticas e políticas é fundamental.

Vale ressaltar que a integridade e a conformidade são obrigações legais, além de uma estratégia inteligente para garantir a prevenção de problemas e, claro, contribuir para a sustentabilidade do negócio.

Newsletter

Conta Simples

Mais vistos

Como a economia circular transforma as finanças empresariais?
Entender como a economia circular pode transformar as finanças empresariais é crucial para o sucesso...
Como a rodada de investimento Series B impulsiona startups
Despesas administrativas e operacionais: entenda como analisá-las
CFO Insights: estratégias para tomada de decisão financeira

Relacionados

Caution in investing Economic situation warning, Phishing and internet security concept, Businessman using smartphone with warning sign. smishing phishing golpe
Gestão de Risco

O que é smishing: proteja seus dados online dessa ameaça

Dual Slot GSM Micr and Memory Card on Smartphone. Concept of Swapping SIM Number. Selective Focus golpe sim swap
Gestão de Risco

Golpe do SIM Swap: como se manter seguro contra esse e outros golpes

Mulher vestida de blusa verde colocando em prática dicas para empreendedores iniciantes
Empreendedorismo

10 dicas para empreendedores iniciantes

Cartão de crédito PJ: vale a pena ter um cartão empresarial?
Gestão Financeira

Cartão de crédito PJ: vale a pena ter um cartão empresarial?