Conta Simples começa ano com aporte de mais de R$200 milhões, a primeira grande captação na América Latina

Em rodada de série B, a Conta Simples consegue aporte logo após ter obtido a licença...
Na parte superior: Rodrigo Tognini, Fernando Santos, Rafaela Araruna e Ricardo Gottschalk. Na parte inferior: Guto Quirós, Taeli Klaumann e Stenyo Lago (Créditos: Conta Simples/Divulgação)

Na parte superior: Rodrigo Tognini, Fernando Santos, Rafaela Araruna e Ricardo Gottschalk. Na parte inferior: Guto Quirós, Taeli Klaumann e Stenyo Lago (Créditos: Conta Simples/Divulgação)

Principal plataforma de gestão de despesas e cartões corporativos do Brasil, a Conta Simples encerrou 2023 como o seu melhor ano da história, atingindo o breakeven e obtendo a licença do Bacen (Banco Central) para operação como SCD (Sociedade de Crédito Direto).

A projeção para 2024 é ainda mais otimista com o anúncio de uma das maiores captações do ano na América Latina, uma rodada de série B de $ 41,5 milhões de dólares, o equivalente a mais de R$ 200 milhões. Os investidores da série A da empresa participaram da rodada, liderada pela Base10 Partners, com contribuições da Valor Capital, Jam Fund, Y Combinator, Big Bets, Broadhaven e DOMO.

Rodrigo Tognini, CEO e cofundador da fintech, ressalta que o aporte será um potencializador dessas metas, ajudando a trazer mais eficiência para o negócio, que fechou 2023 atingindo o ponto de equilíbrio e com R$ 18 bilhões de volume de transações processadas (TPV), melhor resultado da companhia até então.

“São marcos significativos na jornada financeira da empresa alcançar o breakeven e receber um novo investimento, que trazem perspectivas de seguirmos crescendo de forma saudável e expandindo a atuação com o lançamento de soluções complementares ao core da companhia.

A captação abre um leque ainda maior de oportunidades de lançar produtos, implementar melhorias significativas em todos os serviços que oferecemos, com a otimização da usabilidade da nossa plataforma para os clientes terem suas jornadas aprimoradas”, explica.

A rodada de investimentos aconteceu sem a necessidade de abertura de um processo formal de fundraising ou mesmo um pitch deck, e quase dobrou o valor recebido na última rodada (Série A) em 2021, de R$ 121 milhões. O movimento também garante reforço na governança da companhia, com o sócio da Base10, TJ Nahigian, ingressando no conselho.

“Já sendo uma fintech líder na América Latina, a Conta Simples possui o que acreditamos ser o maior potencial de crescimento na região. Investimos na startup desde 2021 e acreditamos no projeto, sabendo que ainda há muitas possibilidades de expansão em 2024, ampliando o escopo de gestão de despesas corporativas e cartões para o Brasil e além”, observa TJ Nahigian, cofundador e sócio da Base10 Partners.

Nos Estados Unidos, a captação foi assessorada pelo WilmerHale, escritório que fornece representação jurídica global, enquanto no Brasil o FM/Derraik, referência no Venture Capital nacional, esteve à frente do processo.

Projeção de expansão

A licença para operação como SCD, obtida junto ao Bacen em dezembro, possibilita que a fintech trilhe um novo caminho, ainda mais abrangente, de atuação com crédito, unindo a plataforma de cartões corporativos, conta digital e pagamentos com um software completo de gestão de despesas que destravem os fluxos e rotinas de pagamento dos gestores financeiros. 

“Estamos focados em utilizar o investimento de maneira estratégica para impulsionar o negócio, explorando oportunidades de crescimento e gerando retornos sustentáveis a todos que acreditam no nosso trabalho. Como SCD, podemos investir cada vez mais em produtos para as empresas, e consolidarmos a plataforma como referência máxima em economia de tempo e dinheiro. Além de concessão de crédito, também podemos atuar com outros produtos, tais como; financiamentos, direitos creditórios, ‘buy now, pay later’, evoluir o produto de cartão de crédito e oferecer muitos outros serviços dentro de nossa plataforma tecnológica para entregar uma experiência ainda melhor aos nossos clientes”, avalia Taeli Klaumann, CFO da Conta Simples. 

A Conta Simples também pretende continuar em um ritmo forte de aumento da sua base de clientes – multiplicada três vezes em 2023 e que já totaliza mais de 30 mil usuários ativos -, evoluindo os canais de distribuição e o software de gestão de despesas da companhia. Para cumprir essa missão, o time será reforçado em 2024, com a expectativa de abertura de mais 100 vagas ao longo do ano.

Crescimento da fintech até 2023

Uma das 100 Startups to Watch 2023, a fintech soma mais de 500 mil cartões de crédito emitidos, que ajudaram a companhia a alcançar um volume de transações processadas (TPV) de R$5 bilhões apenas em cartões físicos e digitais.

Ao oferecer uma solução completa de conta digital corporativa combinada com um serviço de gestão financeira que facilita a rotina dos clientes, a Conta Simples otimiza o processo de controle de despesas e permite um acompanhamento de forma personalizada, seja por departamento, motivo ou pessoa.

No último ano, um dos destaques da Conta Simples que permitiu à empresa chegar a essas marcas foi o cartão SCALE, que tem como principais funcionalidades o controle de gastos com limite pré-definido para uso em diferentes áreas e fins, que são definidos por cada organização (desde gastos para viagens e eventos até custos por departamentos específicos como marketing, vendas, etc), relatórios gerenciais completos de uso dos cartões, despesas divididas por centro de custos, anexação de notas fiscais e opções de criação de cartão virtual recorrente e temporário.

Desde a aquisição da Hackr Ads em 2022, a Conta Simples também realiza a integração de suas operações, o que dá a oportunidade de clientes da startup de tráfego pago utilizarem a fintech, e assim terem acesso a uma jornada ainda melhor para gerenciar as campanhas, também com o pagamento.

Já a base da Conta Simples se beneficia de um produto que ajuda na gestão eficiente dos anúncios, com mais inteligência, assertividade e redução de custos de anúncios.

Sobre a Conta Simples

A Conta Simples é a principal plataforma de gestão de despesas de cartões corporativos do Brasil. Com o propósito de oferecer autonomia para equipes e controle dos gastos financeiros das empresas, a marca oferece uma gama completa de soluções, desde uma plataforma de gestão de despesas por meio de múltiplos cartões corporativos, além da conta PJ.

Com mais de cinco anos de atuação no mercado, a Conta Simples é umas das maiores fintechs em termos de usuários e volume transacionado. Ao todo, são mais de 30 mil clientes ativos, além de mais de 500 mil cartões criados. Somente em 2023, a empresa transacionou o valor de R$18 bilhões. 

Sobre a Base10 Partners

Fundada por Adeyemi Ajao e TJ Nahigian, a Base10 é uma Venture Capital sediada em São Francisco que investe em empreendedores que automatizam setores da Economia Real, incluindo alimentos, saúde, varejo, logística e construção.

Empresas se associam à Base10 para aproveitar sua missão e excelentes padrões de transparência e governança, visando alcançar resultados financeiros melhores, ao mesmo tempo em que apoiam faculdades e universidades subfinanciadas por meio da ‘ Base10 Advancement Initiative’ e da doação de 50% dos ganhos para essas instituições. As empresas do portfólio incluem Notion, Figma, Stripe, Nubank, Nowports, Chili Piper e Popmenu. 

Newsletter

Conta Simples

Mais vistos

Como a economia circular transforma as finanças empresariais?
Entender como a economia circular pode transformar as finanças empresariais é crucial para o sucesso...
Como a rodada de investimento Series B impulsiona startups
Despesas administrativas e operacionais: entenda como analisá-las
CFO Insights: estratégias para tomada de decisão financeira

Relacionados

Caution in investing Economic situation warning, Phishing and internet security concept, Businessman using smartphone with warning sign. smishing phishing golpe
Gestão de Risco

O que é smishing: proteja seus dados online dessa ameaça

Dual Slot GSM Micr and Memory Card on Smartphone. Concept of Swapping SIM Number. Selective Focus golpe sim swap
Gestão de Risco

Golpe do SIM Swap: como se manter seguro contra esse e outros golpes

Mulher vestida de blusa verde colocando em prática dicas para empreendedores iniciantes
Empreendedorismo

10 dicas para empreendedores iniciantes

Cartão de crédito PJ: vale a pena ter um cartão empresarial?
Gestão Financeira

Cartão de crédito PJ: vale a pena ter um cartão empresarial?